Se eu lhe perguntar qual o sabor de sua boca, tudo o que você pode dizer é: não é nem doce nem amargo, nem azedo nem adstringente. Ele [o gosto da minha boca] é o que resta quando todos estes sabores não estão lá. De maneira semelhante, quando todas as disitinções e reações não existem mais, o que sobra é a realidade, simples e sólida.

 

If I ask you what is the taste of your mouth, all you can do is to say: it is neither sweet nor bitter, nor sour nor astringent; it is what remains when all these tastes are not. Similarly, when all distinctions and reactions are no more, what remains is reality, simple and solid.

Nisargadatta Maharaj